facebook

ENCONTRE UM ARQUITETO

em somente 3 minutos!

Como realizar um programa de construção?

O programa de construção faz parte do processo de desenvolvimento de um projeto de construção. Concretiza a fase de planeamento de um projeto para poder defini-lo. Reúne todas as informações e orientações destinadas aos desenhadores e as outras partes interessadas na fase de construção após este programa de construção.

Programa de construção: definição

O programa de construção descreve todos os dados e todos os parâmetros que orientam e balizam a concepção dos planos e das cotações, os concursos para escolher os fornecedores e a execução das obras. Também contém as instruções do cliente. O programa de construção constitui a encomenda do cliente aos designers.

Como se estrutura um programa de construção?

O programa de construção deve ser sempre estruturado em diferentes seções.

A apresentação do projeto

Esta primeira parte do documento contém um sumário. Lembra o contexto do projeto de construção, o local em que o projeto vai tomar forma, a lista e o papel de todos os interessados ​​e a definição de certos termos.

Os parâmetros de implementação

O orçamento, o calendário, os métodos de gerenciamento e da realização das obras, o controle de qualidade e de entrada em serviço são então especificados e detalhados.

 Aqui, é preciso especificar concretamente o que significa o gerenciamento financeiro e a gestão de projeto que são implementados para concretizar o projeto.

Os critérios do design 

Esta 3ª seção examina as considerações arquitetónicas, urbanas e ambientais do projeto de construção.

É necessário detalhar a localização do edifício e a sua integração com o ambiente. É nesta parte também que detalhamos a perspetiva de desenvolvimento sustentável que foi adotada.

O programa detalhado das necessidades

Os requisitos funcionais e operacionais necessários para a realização do projeto de construção são detalhados aqui. Esta parte do programa de construção também deve conter a tabela precisa das superfícies, as folhas descritivas de necessidades, etc.

 Os requisitos técnicos gerais e específicos do projeto

Depois, é necessário detalhar as informações sobre as infraestruturas, a estrutura, o envelope, os arranjos internos, os serviços, os equipamentos, o mobiliário e as especialidades do futuro edifício. Também se deve especificar as condições de demolição deste último, bem como todas as informações relativas à instalação do local.

O orçamento da construção

O orçamento é a parte mais complicada de definir e a mais difícil de cumprir. Devemos garantir que os compromissos sejam respeitados, deixando a criatividade para os designers. Os dados usados ​​para estabelecer a cotação devem, portanto, ser confiáveis, sólidos e completos. Assim sendo, baseia-se em estudos e estimativas preliminares que levam em consideração a qualidade e o desempenho esperado, as condições do mercado, a inflação, bem como qualquer consideração específica do projeto que possa influenciar o custo de realização.Enquanto à apresentação do orçamento, deve respeitar as regras de descrição de projetos por elementos uniformes (DPE). Ou seja, a apresentação deve respeitar a norma UNIFORMAT-II ASTM-E-1557-01 nível 3.

Os custos por elemento de construção são agrupados usando este método de classificação. Assim, facilita o entendimento dos tomadores de decisão e também o controle do orçamento.

Porém, os empreendedores usam outra apresentação: o Formato Mestre. É por isso que existem software disponíveis para mudar de um modo para o outro quando um empresário decide responder a um concurso.

O calendário de execução 

O calendário das obras deve ter em conta os objetivos do cliente e as restrições financeiras e organizacionais do projeto. Deve, portanto, respeitar a programação de atividades e os prazos necessários para a sua realização.

 É preferível realizar uma expressão gráfica do calendário das obras e fornecer ferramentas de acompanhamento e gestão.

Os documentos de referência

O programa de construção deve incluir estudos de solo, plano-quadro, regulamento de zoneamento, plano urbano, etc. Esses documentos limitam o projeto.

Os requisitos específicos para entrar em serviço 

Neste capítulo devem ser incluídos e detalhados os procedimentos de inspeção e aceitação da obra, os testes realizados e a correção de deficiências.

 Também é necessário listar o equipamento de manutenção, a documentação operacional, as garantias, o treinamento do pessoal ou os programas de manutenção planeados.

As particularidades da realização 

Esta é a última sessão do programa de construção. Ele descreve as especificações do projeto. O local encontra-se num ambiente sensível? É de difícil acesso? Fica no centro da cidade? São algumas das perguntas às quais você tem de responder. Também é necessário especificar a época em que as obras ocorreram e especificar se o edifício está ocupado. Finalmente, é aqui que a grelha de riscos deve aparecer.

Uma vez o programa de construção concluído, será possível fazer a análise do valor do projeto. Só depois dessa análise é que o projeto estará pronto para ser anunciado.

 O programa de construção pode ser exigido para diferentes tipos de projetos residenciais coletivos ou estabelecimentos abertos ao público que sejam objeto de um concurso.

artigos semelhantes



Você é um arquiteto ?

e gostaria de aparecer no nosso site ?

Contacte-nos !